Google+ Badge

domingo, 7 de junho de 2015

MARINLYN UMA MULHER QUE GOSTAVA DE ANIMAIS E QUE GOSTAVA DE CONTEMPLAR A NATUREZA...

JAMAIS SERÁ ESQUECIDA...
ELA SE ORGULHAVA DE LAVAR A LOUÇA E ERGUIA OS COPOS PARA MOSTRAR SUA LIMPEZA, JOGAVA O BADMINTON COM MUITA CLASSE, OCASIONALMENTE BATENDO NA CABEÇA DE ALGUÉM ( SEM CAUSAR DANOS). ERA APENAS ELA PRÓPRIA- E ELA PRÓPRIA ERA ALEGRE, BARULHENTA, RISONHA, TERNA . SETE SETE VERÕES ANTES DE SUA MORTEW-... ELA GOSTAVA DO ,SEU QUARTO DE HÓSPEDE ; COSTUMAVA DIZER; " TORE-O ESCURO E DEIXE-ME SOZINHA"DORMIA TARDE, FAZIA O SEU PRÓPRIO CAFÉ DA MANHÃ E PASSEAVA PELO BOSQUE LEVANDO APENAS O GATO COMO COMPANHIA. MARILYN ADORAVA ANIMAIS, SENTIA-SE ATRAÍDA POR TUDO QUE ERA VIVO. GASTAVA CENTENAS DE DÓLARES PARA TENTAR SALVAR UMA ÁRVORE DANIFICADA PELA TEMPESTADE E CHORAVA SUA MORTE. ACOLHIA COM AMOR TODOS OS PÁSSAROS, PROVIDENCIANDO ABRIGOS NAS ÁRVORES E ALIMENTO PARA AS MUITAS ESPÉCIES QUE VISITAVAM SEU JARDIM- E PREOCUPANDO-SE POR CAUSA DELES QUANDO O TEMPO ESTAVA RUIM. TAMBÉM SE PREOCUPAVA CONSTANTEMENTE COM O CÃES E GATOS. . MARINLYN TEVE UM CÃO, CERTA VEZ, QUE ERA DE NATUREZA CONTEMPLATIVA, MAS ESTAVA CONVENCIDA DE QUE ELE VIVIA DEPRIMIDO. FAZIA TUDO PARA CONSEGUIR QUE BRINCASSE E ISSO DEPRIMIA-O AINDA MAIS; NAS RARAS OCASIÕES EM QUE DAVA O AR DA GRAÇA, MARINLYN NUNCA DEIXAVA DE ABRACÁ-LO E BEIJÁ-LO, DELIRANTE DE ALEGRIA.ESSAS SÃO AS PALAVRAS DE AMOR. O LIVRO DE ROSTEN OFERECE-NOS O RETRATO MAIS TERNO QUE EXISTE DE MARINLYN, MAS AQUELES QUE DESCONFIAM DE UMA TÃO BELA TERNURA PODERÃO  ENCONTRAR OUTRAS HISTÓRIAS NA BIOGRAFIA MAURICE ZOLOTOW. 

Nenhum comentário:

Postar um comentário