Google+ Badge

sexta-feira, 1 de novembro de 2013

"ADOÇÃO" UM ATO DE AMOR.

COMO FOI DITO NO LIVRO INTITULADA O "PEQUENO PRÍNCIPE": TU TE TORNAS ETERNAMENTE RESPONSÁVEL POR AQUILO QUE CATIVAS". TAL MÁXIMA É BEM APROPRIADA PARA CASOS COMO A RESOLUÇÃO DE SE ADOTAR UMA CRIANÇA, DEVENDO O INDIVÍDUO CERTIFICAR-SE DE QUE SERÁ UMA DECISÃO PARA A VIDA TODA. EM TRATANDO DE UM FIRME PROPÓSITO SEU, O PRÓXIMO PASSO É CONSULTAR O JUIZADO DA INFÂNCIA E DA JUVENTUDE. ASSIM, VOCÊ ESTARÁ A PAR DE TODA A DOCUMENTAÇÃO EXIGIDA NESSE TRÂMITE. OUTRA DICA É SE INTEIRAR DO ESTATUTO DA CRIANÇA E DO ADOLESCENTE, QUE INFORMA SOBRE TODOS OS PROCEDIMENTOS LEGAIS NESSE SENTIDO. DEPOIS, VIRÃO AS ENTREVISTAS COM PSICÓLOGOS E ASSISTENTES SOCIAIS, E, SE FOR CONFIRMADO SUA APTIDÃO, VOCÊ ENTRARÁ NO CADASTRO E AGUARDARÁ UM ENCONTRO COM O ADOTADO. UM PRIMEIRO CONTATO É IMPORTANTE PARA SE ESTABELECER VÍNCULOS AFETIVOS E GARANTIR SUA GUARDA PROVISÓRIA, EM PROL DA ADAPTAÇÃO DE AMBOS ANTES DA CERTIDÃO PERMANENTE.  coquetel

Nenhum comentário:

Postar um comentário